Ser Zen é Muito Melhor!



O dia-a-dia estressante, o trânsito nas grandes cidades, as tensões no trabalho, as cobranças entre casais, a disputa pelo melhor lugar… Tudo isto é algo capaz de acabar com nossa alegria, saúde e bem estar. Às vezes, manter a calma é muito melhor, mas é difícil ser assim quando a nossa mente não está acostumada com a tranquilidade. Para lhe ajudar nisto e lhe dar um caminho de maior segurança, a meditação é, por vezes, a única maneira de aprender a viver Zen.


Começando a se acalmar

O primeiro passo para educarmos a nossa mente à tranquilidade e encontrar a atitude zen tem uma chave essencial: aprender a respirar corretamente! Para fazer isso, relaxe seus ombros, inspire profundamente pelo nariz (até elevar a barriga) e expire lentamente pela boca (até sentir que expirou todo ar). Repita de 5 a 6 vezes. Por si só, este pequeno exercício pode relaxar em poucos segundos. Grande vantagem deste método: pode ser feita em qualquer lugar e isto de forma discreta. Se você estiver ao ar livre, andando na rua, no metrô, no carro, no supermercado, em seu trabalho… Dominar a arte da chamada respiração “abdominal” permite que você se reconecte com seu estado Zen.


Equilibre suas emoções

Que seja dito, o estresse parece enraizado em nossa população. Somos atentamente afetuosos, mas nos colocamos emotivos demais e para ficarmos nervosos é um pulo. Já vem a frase “Dou um boi para não entrar em uma briga, mas dou a boiada inteira para não sair”… É vivemos prontos para quem pisar em nosso calo e assim só saímos perdendo, pois cada segundo de estresse no corpo descarrega uma série de enzimas e sensações que nos causa cada vez mais mal.

Devemos relaxar, contar até dez ou até usar ferramentas que são capazes de nos tirar o foco do negativo. Uma experiência bem legal é criar uma cena engraçada ou de calma que entra em cena toda vez que o nervosismo bater. Sempre que uma pessoa vem me estressar ou faz algo que me irrita, por exemplo, me lembro de uma criança querendo jogar tênis sem saber e assim, sei que quem não sabe jogar a melhor maneira é jogar bolinha para cá, bolinha para lá, então logo no começo do estresse minha mente começa a pensar… bolinha… bolinha… pronto o engraçado vem a minha cabeça e o peso vai embora. Uma outra forma legal é pensar em uma música legal, mas a dica é que você escolha uma como ferramenta, afinal sempre é ela que irá lhe acalmar e assim fica fácil e o cérebro começa a acostumar. Toda vez que eu pensar no jogo da bolinha ou na música da libertação, pronto, o Zen vêm e eu posso viver melhor!


Relaxe no trabalho

Quem disse que trabalhar tem que doer? Temos que parar com esta imagem contra a nossa obra e produção, afinal como é bom termos a visão de que fizemos algo bom e legal.

Saiba que já é comprovado que a visão negativa do que se faz causa o estresse e que assim 50% das faltas ao trabalho são causadas pelas emoções negativas que somatizam no corpo e na mente. Uma má distribuição de tarefas entre os funcionários, a falta de organização ou problemas com os colegas, que pouco fazem e mesmo assim querem tomar o seu lugar, pode causar esta dor.

Seja qual for a razão para este estresse, manter a calma no trabalho é essencial para trabalhar bem e não ir para o seu trabalho a cada manhã com aquela imensa dor de cabeça ou com cara de “por que estou aqui? ”. Pior ainda, se ele não for resolvido rapidamente, o estresse pode levá-lo direto ao esgotamento e falta de motivação!

O primeiro passo para viver Zen no Trabalho é identificar a fonte causadora do estresse. Por exemplo, é a falta de reconhecimento ou a acomodação daqueles que te rodeiam? Restaurar a comunicação com todos e tomar um tempo para calmamente explicar o que não combina com você é uma forma de tirar a dor.

Outro método de relaxamento: Organize seu local de trabalho, afinal quando colocamos ordem em nossos objetos, o nosso cérebro entende que deve se ordenar. Aproveite a oportunidade para tomar um chá relaxante e fazer o exercício de respiração descrito acima. Aproveite a sua pausa para o almoço para encontrar seu Zen através de uma refeição com um amigo, a leitura de um livro, uma sessão de ginástica ou uma breve meditação observando um lugar tranquilo, como um jardim.


O Zen em casa

Uma vez de volta para casa, se a sua situação de trabalho permite, mantenha o seu Zen, deixando o trabalho para o dia seguinte e assim corte a leitura de seus e-mails, SMS e chamadas de negócios. Dê-se tempo ao chegar em seu lar, tome um banho quente, por exemplo, ou assista a um episódio de sua série favorita.

Para completar a sua atitude Zen, um exercício de relaxamento para fazer várias vezes por semana em casa: a meditação da mente em paz. Sente-se por 10 minutos, feche seus olhos e concentre-se em sua respiração e no movimento de sua barriga, ao encher-se de ar e esvaziar na expiração. Deixe que os pensamentos voem sem julgar ou tentar controlar. Este exercício é uma forma eficaz de reduzir ao longo do tempo a influência do estresse em você…


Grande beijo a todos,


Luz e Amor! - Daniel Atalla